Cartão reforma ajuda cidadãos na compra de materiais de construção

Valor para reforma terá como crédito médio o valor de R$ 5 mil reais.

O Governo Temer lançou no mês de novembro o Cartão Reforma, benefício que visa melhorias para o cidadão que quer reformar sua casa e não tem o valor suficiente para esse serviço. Estimado na faixa dos cinco mil reais, o Cartão Reforma libera um crédito ao trabalhador, que não precisa ser devolvido ou pago posterior, isto porque esse valor trata-se de um dinheiro do Orçamento da União.

Assinado pelo Presidente da República Michel Temer, a medida institui o Cartão para reforma de residências cujos cidadãos apresentem características e rendas baixas. Segundo o ministério, os recursos vão variar de R$ 2 mil a R$ 9 mil reais.

Veja como fazer o cartão reforma do Governo

Milhares de famílias poderão fazer reformas

Com o objetivo de beneficiar mais de 100 mil famílias que não pagarão juros ou prestações e sim de uma entrega ao cidadão de um valor para uso consciente na reforma de sua casa. O benefício servirá para materiais de construção e não na totalidade como pagamento de mão de obra.

No orçamento para o ano que vem, mais de 500 milhões de reais serão destinados para o programa. No discurso de Temer, o Presidente expõe seu pensamento de prestigiar o que produz o material de construção, o que gera emprego, a mão de obra qualificada e o recebedor da benfeitoria, uma reação em cadeia que promove até a queda na taxa de desemprego do país.

No programa, que planeja regularizar toda e qualquer propriedade, a responsabilidade e a escolha dos cidadãos que necessitam dessa ajuda serão realizados pelos municípios que a partir de critérios pré-estabelecidos, tomarão as decisões mais coerentes, claro, comprovando renda e requisitos de acordo com o programa, começando já em 2017.

Saiba quem terá direito ao cartão reforma

Municípios irão fiscalizar a liberação dos cartões

As famílias que receberem o benefício terão o apoio de engenheiro e arquiteto para especificar necessidades e possíveis ajustes e reajustes. O programa dará prioridade a famílias que tenham idosos e pessoas com deficiência.

Os municípios ficam responsáveis na indicação de locais de compra de materiais como também prestar assistência técnica e fiscalização da obra.  Somente lojas de construção credenciadas pela Caixa poderão comercializar os materiais.

Em pronunciamento do Ministro das Cidades Bruno de Araújo, aproximadamente 7 milhões e meio de famílias apresentam moradias precárias e em péssimo estado, sendo desse número boa parte constituída por grupos que podem se enquadrar nesse programa e nas faixas de renda.

Cartão reforma ajuda cidadãos na compra de materiais de construção
1.67 (33.33%) 3 votes
23

No Responses

Deixe seu comentário